Os jovens não sabem mais usar computador

Adolescentes a partir dos 14 anos em início de carreira profissional tem dificuldade ao usar computadores e enfrentam desafios no mercado de trabalho.

A geração atual, que já nasceu em um contexto digital e está conectada desde cedo, ainda assim, ao iniciar no mercado de trabalho, surpreende recrutadores e empregadores por apresentarem dificuldades básicas ao usar computadores ou softwares simples como Word, Excel e até comandos básicos como CTRL+C e CTRL+V (Copiar e Colar).

Anne Cordier, especialista e pesquisadora em ciências da informação e comunicação, afirma que, na verdade, os jovens em idade escolar do fundamental ao ensino médio não adquiriram conhecimentos essenciais de informática. Falta habilidade desses jovens ao usar computadores de mesa (desktops) com o sistema operacional Windows, que exigem tarefas em processadores de texto e planilhas.

Cécile Cathelin, professora de literatura e formadora em usos digitais, afirma que “abrir um documento no Word” é algo complicado para muitos estudantes do ensino básico, público e privado, sendo agravado pelo confinamento recente e a popularização do ensino online.

Por que a ‘geração da tecnologia’ não tem facilidade com PCs?

“Durante processos seletivos para vagas, observamos dificuldade por parte dos jovens no uso de algumas ferramentas pelo computador, até para acessar chamadas de vídeo”, diz Vitoria Ribeiro, recrutadora da agência de integração Nube. “As empresas exigem conhecimento, principalmente ferramentas como Excel, esse é o mais comum”, completa Vitoria.

Dependendo do tipo de vaga que está sendo disputada, os processos seletivos têm fases que testam na prática os programas que estão como requisito. Vagas de estágio ou de jovem aprendiz não exigem muitos conhecimentos e habilidades específicas, porém mesmo as mais comuns podem ser desafiadoras para esses jovens. “Nem todas as empresas fazem testes práticos, mas quando fazem, muitas vezes os resultados não são satisfatórios”, explicou Almiro Neto, supervisor do CIEE do Ceará.

São bons somente usando o celular para coisas específicas

Acostumados a fazer tudo de forma simplificada na tela do smartphone, a nova geração não quer mais redigir os trabalhos escolares no Word, elaborar apresentações no PowerPoint e muito menos realizar cálculos em uma planilha do Excel. O próprio e-mail se tornou secundário, substituído pelo WhatsApp. No lugar das ferramentas digitais, entram apps que podem ser usados facilmente pelo celular, como o Canva, plataforma popular de design gráfico.

Quais são as principais dificuldades?

“O grande desafio desses jovens é aplicar funções de um programa no dia a dia, ou seja, saber como e quais funções aplicar para resolver situações do cotidiano do trabalho”, explica João Martins, sócio-fundador de uma escola de treinamentos.

As dificuldades com computadores e softwares comuns como o pacote Office variam, mas, geralmente, são dificuldades com aplicações mais básicas.

O que fazer agora?

Identificado a necessidade de aprender mais sobre tecnologias, sistemas operacionais e softwares de escritório, você deve se qualificar. Conheça agora mesmo os cursos de “Sistemas, Práticas e Mercado de Trabalho”, “Produção de Documentos Profissionais” e “Planilhas e Gestão Financeira” e esteja pronto para os primeiros desafios do mundo do trabalho.

Fontes: VEJA, Estadão e IGN

Curtir 4

Inscreva-se

Essa é a sua chance de fazer uma qualificação profissional!